O Projeto

Abrem-se as cortinas

 

Um projeto que, em rede, transforma vidas de crianças, jovens, adultos e idosos, amplia o acesso à arte, forma plateias e coletivos culturais

O Projeto PALCO promove e amplia o conhecimento, o acesso e o interesse pela arte auxiliando no fortalecimento de competências e habilidades socioemocionais de crianças, jovens, adultos, idosos que vivem em situação de vulnerabilidade social. em situação de vulnerabilidade social, de modo a atuarem como cidadãos, em seu contexto social.

Hoje estamos em cinco escolas estaduais, duas organizações sociais, uma associação de moradores e uma Unidade Básica de Saúde na zona oeste e em duas organizações sociais na zona sul da cidade de São Paulo. Em 2016 atuamos em uma organização social na zona leste e, em 2015, em uma organização social na zona norte. O Projeto acredita que deve ir e estar com e nas comunidades, potencializando o ensino e o acesso à arte com os atores sociais já existentes no território.

Não acredita em uma sede fixa, afastada, mas na ação conjunta, no fortalecimento e no foco das potências já existentes e escolhidas/frequentadas pelos moradores do bairro, como uma escola pública, uma organização social, uma unidade básica de saúde, uma associação de moradores.

Onde estamos (zonas oeste e sul da cidade de São Paulo):

Escola Estadual João Cruz Costa
Escola Estadual Deputado Augusto Amaral
Escola Estadual Maria Eugênia Martins
Escola Estadual Henrique Dumont Villares
Associação Aquarela
Lar das Crianças da CIP
Creche e Centro Comunitário Sinhazinha Meirelles


Onde já estivemos (zonas oeste, sul, norte e leste da cidade de São Paulo):

Escola Estadual Architiclino Santos
Musicar-te
Casa de Maria e Marta
Instituto Reciclar
Instituto Lina Galvani
Instituto PIVI
CAPS Nosso Lar
CCA Mãe do Salvador
Escola Alef Peretz
Graded School